Natureza e outros pensamentos

Desde que cheguei estava louca pra ver um pouco da natureza da África. Já estou me sentindo bastante integrada com a natureza humana, a forma com que as pessoas lidam com tudo por aqui, mas bicho e paisagem estavam demorando.

Falando em natureza das pessoas, cada vez mais sinto uma familiaridade com o “jeitinho brasileiro” e toda aquela coisa de tirar vantagem, especialmente de turista. Um ótimo exercício pra aprender a barganhar de verdade e ficar esperto com qualquer tipo de “malandragem”. A cultura de colônia explorada pelos ingleses até 1963 (!!!) se reflete hoje nos valores e atitudes. Tirando isso, é uma natureza de pessoas extremamente simples e doces. Essa simplicidade é uma das coisas que mais me encanta por aqui. Ainda vou fazer um post só sobre as pessoas maravilhosas que tenho conhecido. 

E falando em natureza de verdade e minha vontade de sair pisando em terras de safáris, fizemos alguns passeios nesse fim de semana que já deram lindas fotos e boas histórias. 

No sábado fomos conhecer o National Park de Nairobi, localizado há uns 8km de Nairobi. O National Park é um verdadeiro ecossistema de savana com diferentes tipos de vegetação, planícies abertas de grama e acácias. Entre as mais de 400 espécies que habitam o parque, vimos girafas, leões, rinocerontes, leopardos, chita, hiena, búfalos, girafas, zebras e “Pumbas”. É possível fazer os passeios de carro ou a pé. Nós decidimos ir a pé. 

2014-01-10 11.37.45

Lá visitamos o orfanato de elefantes, um projeto muito lindo que resgata filhotes perdidos nas savanas devido à caça de suas mães pra retirar o marfim. Eu vi algumas imagens sobre como isso é feito e realmente é realmente muito horrível.  Os organizadores do projeto pedem encarecidamente pra que as pessoas não comprem nada de marfim.

2014-01-10 11.53.14 Bebês orfãos ainda sem marfim.

Ainda no National Park também fomos ver as simpáticas interativas girafas. Estou apaixonada, quero levar uma pra casa!

2014-01-10 12.56.01

 Girafas e indianos ❤

No domingo, fomos os 5 amigos para um lugar chamado Hell’s Gate. Também é um National Park, que fica ao sul do Lago Naivasha, noroeste de Nairobi. Lá tem todo tipo de animal também e uma atração ~interessante~ são os babuínos, que roubam comida. Um grupo de meninas que estavam lá foi atacado, eles são bem agressivos. 

2014-01-11 14.08.44

Saila da Finlândia, Tony da Noruega, Megan dos EUA e Mercy do Kenya.

Hell’s Gate é uma espécie de caverna com pedras que tem lava dentro. A água que escorre de dentro é agua fervente e durante a época de chuva ninguém pode entrar. Sete pessoas já morreram afogadas sem conseguir sair de lá. Hoje em dia, por todo caminho você encontra cordas e saídas de emergência. Pra chegar é preciso andar/pedalar 10km e depois escalar por 2km em uma florestinha. Lá dentro mesmo tem algumas partes que é preciso seguir no hiking e escalando pra conseguir se movimentar.

2014-01-11 16.41.25 Esse é o Devil’s bedroom. 

2014-01-11 16.40.58E essa é a Devil’s kitchen 🙂 

Decidimos dormir por lá pois segunda-feira é dia do nosso independent study e resolvemos estudar a geografia do Kenya, hehehe. Dormimos em um camping em Lake Naivasha todos juntos no mesmo chalé, com um típico “banheiro” queniano (acredite, vocês não querem ver fotos). Acho que o conceito de privacidade não existe por essas bandas.  A parte boa foi fazer tudo virar piada e aproveitar o lado bom da intimidade.

O único lugar que tinha aberto  pra comer era uma kibanda. Kibandas são tipo cabanas que vendem comida local (que se come com as mãos, sem talheres) a um preço muuuuuito acessível. A gente costuma almoçar nelas em Nairobi. Os funcionários de kibanda costumam ser parentes e nesse caso não foi diferente. Fomos recebidos por uma família que estava fazendo de tudo pra deixar nossa experiência confortável (como sempre ocorre em outras kibandas). Eu me sinto muito grata por ser sempre tão bem recebida e também de alguma forma, contribuir pelo menos o mínimo que eu posso enquanto estou aqui, comendo em kibandas ou comprando produtos de vendedores locais.  É impossível ir a um lugar assim e não pensar em como suas referências de mundo são apenas aquela realidade, sem perspectiva de mudança. Me sinto abençoada (e constrangida ao mesmo tempo) por poder fazer escolhas. Pra mim, é uma refeição que evoca sempre muitos sentimentos e pensamentos. 

2014-01-11 21.07.59Filha do dono da kibanda em Naivasha lavando nossas mãos com água e sabão antes de trazer a comida. 

No dia seguinte (segunda-feira) fomos fazer um passeio de barco no Lago Naivasha e visitamos uma ilha (que também é um National Park) chamada Crescent Island.  O filme Out of Africa foi gravado lá em 1985, inclusive, os produtores levaram algumas espécies que não existiam na época e passaram a habitar a ilha. Um lugar inesquecível com uma natureza melancólica e bichos que nem sabia que existiam. Me senti no filme Where the wild things are.

2014-01-12 13.27.11

Num canto da ilha mora um mzungu (mzungu é como eles chamam “pessoa branca”….eu ouço isso bastante andando na rua). Ele mora numa casa tipo encantada com girafas e cavalos no quintal. Tudo parecia um sonho nessa ilha, fiquei inebriada. Mas estou começando a entender que quando se trata de qualquer natureza aqui no Kenya, não tem como ser diferente. 

2014-01-12 14.36.27

2014-01-12 14.52.25

2014-01-12 13.50.03

2014-01-12 14.40.11

Até o próximo post. Asante!

Anúncios

4 respostas em “Natureza e outros pensamentos

  1. Kamila…

    Sua mãe divulgou o seu blog pelo face.

    Que trabalho lindo viu ……parabéns por divulgador pessoas e suas histórias de vida.

    Adorei …bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s